segunda-feira, 2 de março de 2009

O Amor


Gostarmos de nós mesmos é o primeiro passo no caminho da liberdade pessoal.
Como podemos ser livres se acharmos que não merecemos? Como podemos viver em plena comunhão com o Universo se achamos que não somos bons o suficiente para isso?

Talvez nunca ninguém nos tenha ensinado que somos o centro do nosso mundo e que dele parte o que vivemos, vemos, pensamos e sentimos.
Somos apenas nós mesmos que temos o poder de transmutar o sofrimento em amor, a tristeza em amor, a pobreza em amor, a escuridão em amor.
O amor transforma tudo e cura o incurável!
Uma frase que me marcou e que ainda hoje gosto de repetir é que o "incurável é curável no interior", no interior de nós mesmos.

Possuímos todas as capacidades para ultrapassar os mais diversos desafios e temos os talentos mais originais e criativos para avançar com sucesso.
Não sabemos isso? Talvez!
Mas quando descobrimos não podemos ficar indiferentes!
O coração chama, a criatividade desperta e os pensamentos contam-nos histórias de sucesso que inspiram!

1 comentário:

KaT disse...

Olá Angela, só agora reparei neste teu post... dá-me força para pensar que estou no caminho certo!
Obrigado novamente.

Cátia