sábado, 4 de abril de 2009

A vida oferece-nos lições que nem sempre compreendemos de imediato, e acho mesmo que há aquelas que não temos consciência da sabedoria que descortinamos ao ultrapassá-las.
Neste momento, a minha vida atravessa uma ponte onde entrego a dúvida a Deus e confio na sua força e determinação.
Confio que todas as soluções são as perfeitas para mim e que todas as decisões que eu precisar tomar são as correctas!
Não existe certo ou errado, não existe bem ou mal, apenas achamos que existe e todos vivemos numa ilusão tremenda onde estes conceitos se manifestão por acreditarmos neles.

Observo o mundo à minha volta e por vezes fico confusa quando na observação entro nas realidades observadas, sinto o que outros sentem e não apenas observo.
Ainda vivemos num estado em que pensamos que estamos todos separados, que os nossos pensamentos são pessoais e que podemos fazer tudo independentemente dos outros.
Não vemos ligações físicas a tudo o que nos rodeia e achamos que não existem.
Somos como S.Tomé, que precisa ver para crer.

Só ainda não percebemos o porquê de tudo correr mal e de não obter o que desejamos. A premissa está invertida... nós precisamos crer para ver.
A física quântica começa a desvendar os segredos mais puros e fantásticos da natureza humana e universal, segredos que são revelados desde sempre por mestres espirituais e que apenas alguns se disponibilizam a aprender.

Viver numa sociedade como a nossa nem sempre nos ajuda a usar todos estes conhecimentos no dia-a-dia, mas desafia-nos a conseguir obter mais e melhor de nós mesmos.
Os desafios do quotidiano são os sucessos que nos levam à conquista dos sonhos, à realização dos objectivos.
Tudo o que desenhamos na nossa mente pode ser real.
E afinal, o que é real?
Bem, gosto mais de dizer que tudo o que imaginamos pode tornar-se parte da nossa experiência enquanto gostarmos ou desejarmos.
A natureza está em constante mudança, nós fazemos parte da natureza, não entendemos muitas vezes os ciclos e mudanças que atravessamos e desejamos simplesmente abdicar do momento presente.

Respeitar e aceitar mudanças, crescer em amor e alegria, imaginar os sonhos realizados e solucionar problemas de forma simples e fácil.
Um sonho? Uma possibilidade? Um desafio?
Podemos sempre escolher superar o que pensamos ser o nosso melhor!

Sem comentários: