terça-feira, 5 de maio de 2009

Paz

Imagem: Google

A paz que buscamos na vida não pode ser encontrada nos outros, não pode ser encontrada noutras situações e também não o pode ser em objectivos realizados ou não.
A paz que as pessoas buscam está dentro de nós e começa a crescer quando finalmente descobrimos que não podemos mudar o mundo, não podemos mudar os outros e não é essa a nossa função.
A nossa função aqui é fazer aquilo que nos faz felizes, o que nos faz sentir bem, é sermos nós mesmos, aceitando todas as partes de nós, assim como aceitando tudo e todos os que nos rodeiam.
É verdade que podemos alterar a nossa realidade, mas não podemos alterar a realidade dos outros.
Cada um de nós tem um livre arbítrio para escolher. Todos, sem excepção, estão a criar as suas vidas com os seus pensamentos e emoções. Não podemos pensar nem sentir por ninguém.

Existe algo no interior do ser humano que o faz ter o impulso de ajudar os outros. Isso é saudável até ao ponto em que tenta mudar a vida do outro por achar que "seria melhor para ele viver de outra forma".
Descobri que as ajudas só são dadas e valiosas quando pedidas e/ou aceites.
Existem ainda dúvidas e crenças no inconsciente colectivo que não permitem um passo em frente... um passo possível e real... um passo de luz e amor que espera por todos. No entanto, tudo tem o seu momento perfeito, e além disso, existem infinitos caminhos possíveis para viver uma vida plena, saudável e completa.
Não somos os donos da verdade e apenas nos vamos sentir livres quando libertarmos o mundo da nossa ideia de mundo perfeito!
A Verdade que existe em cada um de nós é Verdade!

Cabe a cada um de nós viver uma vida plena, completa, curada a partir de um lugar no coração chamado Amor!
Um lugar que em última análise descobrimos como sendo o único lugar. Aquele lugar que se molda às nossas preferências porque deseja ver-nos felizes e satisfazer todas as nossas vontades.
Amar cada um como é, amar o mundo como ele é... quando se ama e se olha para tudo e todos com amor, não existem imperfeições e abrimos caminho para o regresso a casa.

10 comentários:

Sueli disse...

E quando nosso amor começa por nós mesmos, fica muito mais fácil amar e aceitar o outro. Mudanças, acho que devemos fazer, sim, mas somente em nós mesmos, pois geralmente, quando mudamos, tudo muda ao nosso redor, automaticamente. Adoro seus textos, Angela!!! Beijos mil!

Julia Porto disse...

Lindo este texto, parabéns! O blog está lindo! Também mudei o layout do meu porque estava precisando de MUDANÇA por lá...

Lembrei de você porque essa semana comprei dois livros de uma escritora portuguesa maravilhosa. Não sei se você conhece, ela se chama Inês Pedroza, os livros são o "Fazes-me falta" e o "Nas tuas mãos".

beijos e boa semana

Julia Porto :)

Angela Maria disse...

Obrigada Sueli pelas suas palavras! A mudança está mesmo dentro de nós mesmos.

Um grande beijinho

Angela Maria disse...

Grata Júlia!

Sim, conheço a escritora... mas acho que nunca li nada dela! Depois conta-me se gostaste!

Beijinhos e uma semana alegre!

KaT disse...

Olá Ângela!
Também tenho algo a acrescentar às tuas palavras! Para haver mudança a pessoa tem que estar em paz consigo mesma. -Cada cabeça sua sentença... o tempo dá a recompensa, quando a cabeça pensa, quando a mente descansa e consegue ouvir o sopro no coração. sim as mudanças não podem ser impostas mas há que ter esperança porque tudo está em Deus e bem dentro no nosso coração!
Beijinhos de quem te gosta muito.
Para a Júlia do Porto: desculpe a minha sinceridade mas será que não precisa pensar novamente no Layout?...mas respeito porque há infinitos caminhos para regressar a casa mas se tivermos bons sentimentos e formos puros sabemos identifica-lo.
beijinhos. Fica bem.
Amesté

Angela Maria disse...

Olá Cátia... sim, quando estamos em sintonia as mudanças ocorrem naturalmente e Deus está sempre presente nas nossas vidas.

Beijinhos

KaT disse...

Olá Ângela!
Vou ausentar-me uns dias da net porque vou receber a visita do meu querido pai e do anjo de minha avó paterna. Também merece o meu tempo e carinho!
As tuas palavras vão estar sempre dentro de meu coração...a brisa que acalma o fogo! :)
beijinhos.
Amesté

Angela Maria disse...

Então uns excelentes dias de amor e carinho perto dos que amas!

Beijinhos Cátia!

Cláudia Nóbrega disse...

Pois é. De facto, aquilo que nos rodeia ou, pelo menos, a visão que temos das coisas, está relacionada com aquilo que se passa no nosso interior.

Muitas vezes não nos apercebemos mas os nossos diálogos internos vão influenciar toda a nossa vida, nomeadamente, a forma como a escolhemos vivemos. Sim, porque nós temos esse previlégio de poder escolher.

Muitos parabéns pelo texto.

Angela Maria disse...

Grata Cláudia!

É bom ter essa consciência... ajuda a compreender e a alterar a nossa realidade pessoal!

Beijinhos